Casamento

namoro-santo-casto4-300x300Preparação

Os noivos que procuram a Igreja para o Matrimônio devem ser instruídos sobre o sentido do Sacramento e suas responsabilidades como futuros esposos e pais cristãos.

Os noivos devem participar do Encontro de Preparação para o Matrimônio, cuja programação obedecerá às normas da Arquidiocese.

Para se casarem na Igreja, os noivos devem ser pessoas batizadas, que se esforçam para viver o seu compromisso cristão, crismados, participantes da Eucaristia e da vida da comunidade cristã. Por esse motivo, o Encontro de Preparação para o Matrimônio deve ser organizado de tal forma que os ajude a voltar à Igreja, quando dela estiverem afastados. Os noivos procurem a Paróquia da noiva ou do noivo para ali realizar o Processo Matrimonial, que deve ser feito pessoalmente pelo Pároco, com dois meses de antecedência.

Celebração do Matrimônio

A celebração do casamento religioso seja realizada na Paróquia da noiva ou do noivo, como expressão da participação na vida da comunidade.

Tendo feito devidamente o Processo Matrimonial, o Pároco do noivo ou da noiva pode autorizar por escrito a celebração em outra Paróquia. Essa transferência é válida também para outra diocese.

A celebração seja feita em espírito cristão e senso litúrgico, sem luxo ou ostentação. Durante a celebração, devem ser executadas somente músicas de cunho religioso, sendo excluídas as músicas profanas.

O Matrimônio seja celebrado na Igreja paroquial. Para celebração em Igrejas não-paroquiais ou residências, o Pároco deve solicitar a devida licença ao Bispo diocesano. Não é permitido celebrar o Sacramento do Matrimônio em Restaurantes, Clubes ou Salões de Festas.

Cada Pároco estude, pessoalmente, com atenção e misericórdia, os casos de pessoas casadas civilmente e que, em vista de uma segunda união, desejam o casamento religioso. Como norma geral, não será concedida a permissão para o casamento religioso antes de três anos de separação de fato e a homologação da separação feita pelo poder civil. Nessas situações, o próprio Pároco recorra sempre ao Bispo diocesano.

Documentos Necessários

A documentação a ser entregue, de ambos, deve ser:

- Certidão de Batismo para fins matrimôniais (atente-se a validade de 6 meses);

- Comprovante de Residência dos Noivos;

- Cópia do Documento de  Identidade;

- Comprovante do Curso de Noivos;

- Cópia da Lembrança da Crisma;

- Habilitação Civil (caso o casamento seja religioso com efeito civil);

- Cópia da Certidão do Casamento no Civil (apenas para os noivos já casados no civil);

- Efetuar os Proclamas. Obs.: Se os nubentes forem de uma mesma Paróquia, efetua-se apenas um Proclama, senão, efetua-se um Proclamas em cada paróquia;

- Duas testemunhas maiores de 21 anos (não podem ser os pais).

Com a documentação em mãos, entregue-a na secretaria para que iniciar o processo e agende a entrevista com o pároco.

Horário

Em nosso Santuário, o Sacramento do Matrimônio é celebrado somente aos sábados, as 20 h e as 21 h.

Alguns lembretes:

- o Santuário dispõe de salão de festas com capacidade de 500 pessoas;

- solicitamos aos noivos que cheguem no horário estabelecido;

- a ornamentação da Igreja deverá ser uma só para todas as celebrações do dia, devendo as noivas entrarem em entendimento, entre si e com a floricultura. Também alertamos que cabe à floricultura recolher o material utilizado na ornamentação e limpar o ambiente logo após o fim das cerimônias;

- as músicas escolhidas para a celebração devem ser sacras ou eruditas e os músicos devem trazer todo o material que usarão em suas execuções.